geralmente
General
1033
Jornal de Notícias - Justiça
notícias não lidas
Jornal de Notícias - Justiça
notícias não lidas
Assembleia da República atacada com cocktails molotov
Um homem arremessou dois cocktails molotov contra a Assembleia da República, este domingo à noite. Conseguiu pôr-se em fuga antes de ser identificado pelas autoridades.
6 h
jn.pt
130 detidos por desobediência durante estado de emergência
A PSP e a GNR detiveram, desde 22 de março, 130 pessoas por desrespeitarem as normas do estado de emergência, nomeadamente a proibição de saírem de casa. Houve ainda 1853 estabelecimentos encerrados pelas autoridades.
6 h
jn.pt
Apanhados com droga quando passavam fronteira do Pomarão a pé.
Dois homens foram detidos na sexta-feira na localidade fronteiriça de Pomarão, concelho de Mértola, depois de passarem a pé a fronteira com Espanha, na posse de dois quilos de haxixe, informou esta segunda-feira o Comando Territorial de Beja da GNR. Além da droga, aos suspeitos foram apreendidos outros bens: uma viatura automóvel, 400 euros em numerário e três telemóveis.
8 h
jn.pt
Fugiu o infetado com Covid-19 que domingo foi detido a passear na Póvoa de Varzim
Foi detido por violação grave do dever de confinamento e conduzido a casa. Horas depois, voltou a fugir. O homem, de 43 anos, infetado com Covid-19, estava a morar com a mãe numa casa alugada em Aver-o-Mar, na Póvoa de Varzim. Agora, está a ser procurado pelas autoridades. Pode ter ido para Fafe
9 h
jn.pt
Um médico e uma enfermeira entre nove infetados nas prisões portuguesas
O sistema prisional regista, até esta segunda-feira, nove infetados por covid-19, entre os quais, quatro guardas, um médico, uma enfermeira e uma auxiliar de ação médica, disse à Lusa a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).
jn.pt
GNR encontra famílias inteiras às compras
Eduardo Araújo viajou de carro ontem entre Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira, com mais dois adultos e uma criança: o irmão Michael, a mulher Cláudia e a enteada Lara, de 8 anos. Pelo caminho foi parado pela GNR.
jn.pt
SEF terá enganado embaixada sobre morte de ucraniano
A embaixadora da Ucrânia em Portugal ficou "horrorizada" com o homicídio do cidadão ucraniano, ocorrido a 10 de março às mãos de três inspetores do SEF no aeroporto de Lisboa, e diz que a instituição "escondeu o facto", comunicando à Embaixada uma causa da morte que não correspondia à realidade apurada pela autópsia médico-legal e investigação da Judiciária. À Embaixada, chegou a versão de que morte deveu-se a uma "crise de epilepsia".
jn.pt
SEF terá enganado embaixadora sobre morte de ucraniano
A embaixadora da Ucrânia em Portugal ficou "horrorizada" com o homicídio do cidadão ucraniano, ocorrido a 10 de março às mãos de três inspetores do SEF no aeroporto de Lisboa, e diz que a instituição "escondeu o facto", comunicando-lhe uma causa da morte que não correspondia à realidade apurada pela autópsia médico-legal e investigação da Judiciária. À Embaixada, chegou a versão de que morte deveu-se a uma "crise de epilepsia".
jn.pt
Inspiraram-se em série policial para matar amigo
Confessaram que se inspiraram na série policial Dexter para planear e concretizar o homicídio e o desmembramento do corpo de Diogo Gonçalves, de 21 anos. Queriam roubar 70 mil euros. Conseguiram pouco mais de dois mil.
1 d
jn.pt
Há mais dois guardas prisionais infetados com Covid-19
Número de trabalhadores dos serviços prisionais doentes subiu para sete. Continua só a haver uma reclusa com coronavírus.
1 d
jn.pt
Catorze detidos por violação de confinamento ou desobediência nos últimos dois dias
Catorze pessoas foram detidas por violarem a obrigação de confinamento e outros crimes de desobediência pelas forças de segurança, desde que entrou em vigor o prolongamento do estado de emergência até às 17 horas deste domingo, anunciou o Ministério da Administração Interna.
1 d
jn.pt
Proprietário de café em Paços de Ferreira detido por desobediência
O proprietário de um café em Carvalhosa, Paços de Ferreira, foi detido este domingo pela GNR, pelo crime de desobediência.
1 d
jn.pt
Vinho, perfumes e tabaco atraem ladrões nos aeroportos
Vinho, perfumes, cosméticos e tabaco. São estes os produtos que, segundo a Polícia de Segurança Pública, mais desaparecem das lojas existentes nos cinco principais aeroportos nacionais.
2 d
jn.pt